Solução: Conhecimento: porque aprendemos a respeitar aquilo que conhecemos.

P1 de Português - 1º trimestre - Regência Verbal.

terça-feira, 6 de março de 2012
ÊÊ, festa.
Cá estamos nós, na primeira prova do ano de 2012. Não tá fácil, amigo.
Uma nova professora de Português, uma prova diferente das nossas antigas, e agora? O bom é estudar bastante e se preparar para um novo desafio!
Sem mais enrolações, vamos ao conteúdo:


Regência Verbal
Legal, Regência verbal.
Mas calma aí, o que é, exatamente Regência Verbal?
Resumidamente, o conceito de Regência Verbal trata-se de descobrir se o verbo precisa ou não de uma preposição.
Calma... COMACIN?
É isso que veremos agora:

Primeiramente, devemos saber o que são preposições:
Eis as preposições.
O interessante é você gravar as preposições, pra na hora da prova saber bem quais são as preposições!
Eu normalmente uso o método de musiquinhas (pegar uma música que eu gosto, ou uma música infantil e com ela gravar as coisas. Por exemplo: Música: Bolinho de Arroz. Paródia: "Eu sou um A ou um Ao. Antes, Após, Até e Com. Contra também está por vir. De e Desde não tem boquinha pra sorrir. - Para Por? - Perante, Sem Sob, Sobre, Trás". Quem estudou na terceira série com a professora Raquel sabe bem como é o método de estudar com musiquinhas, né tabuada do 6?), mas também é eficaz usar o método mais irritante do mundo (pra mim): escrever num papelzinho todas as preposições e ficar repetindo-as com as amiguinhas durante o recreio e 5 minutos antes da prova (UM MONTE DE GENTE SE IDENTIFICOU QUE EU SEI). O mais inteligente é você apenas saber o que é preposição, o que não é, e fim.






E aí, gravou as preposições? Vai saber na hora da prova? Já pode parar de ficar gritando as preposições com as amiguinhas?
Obrigada, então vamos adiante.

"AH, FALTOU A PREPOSIÇÃO "O" ALI, SUA CAMELA ESTÚPIDA."A "preposição 'O'" não existe, porque O não é uma preposição. Mais tarde veremos isso. Primeiro vamos rever os conceitos básicos.

Vamos usar aquela frase que usamos em sala:
O pesquisador elaborou instrumentos, 
bancou o fura-fila e 
descobriu comportamentos 
inusitados.


Em primeiro lugar, o que são aquelas palavras destacadas em vermelho?























São verbos, muito bem pessoal, ótima participação (Julian feelings, mas ignorem essa parte)!
Se você ainda não sabe o que são verbos, eis um tutorial passo a passo pra você entender:
1) Pegue uma faca na sua cozinha com ponta, porque se não tiver ponta nunca vai dar certo. Se você não tiver uma faca na sua cozinha ou até mesmo uma cozinha, também serve Gillette, abridor de latas, um machado ou um canhão.
2) Acenda o fogo e queime a ponta da sua faca.
3) Perfure nos seus olhos, veias, pescoço, ou onde preferir!
4) Feito! Seus problemas acabaram!
Ou você também pode clicar aqui , ou perguntar a um professor ou aos seus pais o que é um verbo. Porque aqui, meu amigo, eu não tenho paciência de explicar.

OK, VOLTANDO AO CONTEÚDO!
elaborou 
bancou
descobriu
São esses os nossos exemplos.
Agora, a coisa que mais ajuda na hora de descobrir uma regência é as perguntas:
Elaborou... mas elaborou o que? R: Instrumentos
Bancou... mas bancou o que? R: O Fura-fila
Descobriu... mas descobriu o que? R: Comportamentos inusitados.

"Ah, mas pera aí, o que são esses instrumentos, fura-fila e comportamentos inusitados, pra que tudo isso?"

Instrumentos. Fura-fila. Comportamentos Inusitados
Esses três são chamados Complementos do verbo, que também são chamados de Complementos Verbais, mas vamos chamar agora de OBJETOS DO VERBO.

Então, pra entender melhor, vamos fazer alguns exercícios:

  1. O boi fez coco.
  2. Meu cachorro comeu meu interruptor. (HEHEHEHEHE)
  3. Não gosto de ver um vídeo no Youtube com plano de fundo do LMFAO
  4. Odeio anúncios nos vídeos do Youtube.
  5. A criança fez escândalo ao ver o balão estourar.
  6. A maçã é uma fruta da macieira.
  7. Cala a boca já morreu quem manda na minha boca sou eu.
  8. Na minha cidade há garotas que parecem esquilos.
  9. Eu amo sagu.
  10. Eu sou um homem.
  11. Eu sou um muppet.
  12. Criança feliz quebrou o nariz








Agora os exercícios:

1) Identifique os verbos nas frases:
TEMPO!
stopwatch_md_wht.gif (4787 bytes)






























































































































































































































RESPOSTAS:
  1. O boi fez coco. (verbo fazer)
  2. Meu cachorro comeu meu interruptor. (verbo comer) 
  3. Não gosto de ver um vídeo no Youtube com plano de fundo do LMFAO (verbo ver)
  4. Odeio anúncios nos vídeos do Youtube. (verbo odiar)
  5. A criança fez escândalo quando viu o balão estourar. (verbo fazer / verbo ver)
  6. A maçã é uma fruta da macieira. (verbo ser)
  7. Cala a boca já morreu quem manda na minha boca sou eu. (verbo morrer/ verbo mandar / verbo ser)
  8. Na minha cidade garotas que parecem esquilos. (verbo ser/ verbo parecer)
  9. Eu amo sagu. (verbo amar)
  10. Eu sou um homem. (verbo ser)
  11. Eu sou um muppet. (verbo ser)
  12. Criança feliz quebrou o nariz (verbo quebrar)
Se você não acertou todas, você vai para a Lavadora de Ideias (só quem tem um irmão pequeno que gosta de assistir Discovry Kids vai entender essa. Ou só quem assiste Discovery Kids também)!

Exercício 2: Agora, identifique os Objetos dos verbos.
TEMPO!

stopwatch_md_wht.gif (4787 bytes)
























































































































































































































RESPOSTAS:
  1. O boi fez coco. (Fez... fez o que? R: Coco)
  2. Meu cachorro comeu meu interruptor. (Comeu, comeu o que? R: O meu interruptor)
  3. Não gosto de ver um vídeo no Youtube com plano de fundo do LMFAO (Ver... ver o que? R: Um vídeo no Youtube com plano de fundo do LMFAO)
  4. Odeio anúncios nos vídeos do Youtube. (Odeio... Odeia o que? R: Anúncios nos vídeos do Youtube)
  5. A criança fez escândalo quando viu o balão estourar². (Fez... fez o que? R: Escândalo / Viu... viu o que? R: O balão estourar.
  6. A maçã é uma fruta da macieira. (É... é o que? R: Uma fruta da maceira)
  7. Cala a boca já morreu quem manda na minha boca sou eu³. (Morreu... quem morreu? R: Cala a boca / Manda... manda em quem? R: Na minha boca / Sou... sou quem? R: Sou eu - essa frase precisa de bastante atenção)
  8. Na minha cidade há garotas que parecem esquilos². (Há... há o que? R: Garotas / Parecem... parecem o que? R: Esquilos)
  9. Eu amo sagu. (Amo... amo o que? R: Sagu)
  10. Eu sou um homem. (Sou... sou o que? R: um homem)
  11. Eu sou um muppet. (Sou... sou o que? R: Um muppet)
  12. Criança feliz quebrou o nariz (Quebrou... quebrou o que? R: O nariz)
ATÉ AQUI, DEU PRA SENTIR MAIS OU MENOS O SENTIDO DA COISA?
"Não!"
Então leia, releia, pergunte e questione, pesquise, estude, até entender. Ou tire 0 na prova.
Agora, há umas pequenas coisinhas importantes que eu me sinto no dever de explicar:

² É importante verificar se na frase há mais de um verbo. E se tiver mais de um verbo, você terá que "separar a frase em partes", ou seja: Na frase "A criança fez escândalo quando viu o balão estourar" Há dois verbos: "fez" e "ver". Então você vai, na sua mente,  "separar a frase" em "A criança fez escândalo" e "Viu o balão estourar". Sendo assim, terá dois verbos e dois objetos do verbo.

³ É importante também ver o contexto da frase. Em "Cala a boca morreu quem manda aqui sou eu", há, dentre os três verbos, o verbo "morreu". Nesse caso, você precisa ver o contexto: está errado se fazer a pergunta "Morreu... morreu O QUE?". Porque quando se trata de MORRER, morre ALGUÉM, ou QUEM morre. Então... "Morreu... morreu QUEM?". Se a resposta para a pergunta for "quem", estará errado. Olha como fica estranho: "Morreu... morreu quem? R: Quem." perdeu todo o sentido, não perdeu? Então. O correto é você olhar - novamente eu repito - o contexto. Achar o "QUEM" naquela frase. Então o correto será "Morreu... Morreu quem? R: Cala a boca (Foi o cala a boca que morreu. Claro que não tem como o Cala a boca morrer, mas quem realmente teve infância vai entender). NEM SEMPRE O OBJETO DO VERBO ESTARÁ SEGUIDO DO VERBO, ou NEM SEMPRE O OBJETO DO VERBO ESTARÁ A DIREITA DO VERBO. Guarde essa afirmação.

 Exercício 3: Identifique quais são os objetos que precisam de preposição nas seguintes frases. (Exemplo: Fui ao banco. AO é uma preposição, logo, é um objeto que precisa de preposição, ao contrário, ficaria "Fui banco". Outro Exemplo: Elaborou instrumentos. Não há preposição, e a frase fica muito bem sem uma preposição, logo o objeto não precisa de preposição).

  1. 123Oliveira4 foi ao mercado comprar frango e farofa.
  2. Ele gosta de papinha.
  3. Vou à festa de Lilica porque lá tem purê de batata. 
  4. Ele inventou as frases e disse que eram obras de Clarice Lispector.
  5. Comprei a Margarida Doriana.
  6. Ela morreu porque curtiu a banda Calypso no Facebook.
  7. É minha primeira vez (vou ter um AVC rindo)
  8. Finalmente, cheguei ao último andar do prédio.
  9. Os estudantes devem estudar (AH VÁÁ)
  10. A professora usa roupas fluorescentes.
  11. Hagrid chorou porque Pâmela quebrou o carrinho.
  12. Visei a um futuro promissor.

TEMPO!
stopwatch_md_wht.gif (4787 bytes)














































































































































































































































  1. 123Oliveira4 foi ao mercado comprar frango e farofa. (Precisa / Não precisa)
  2. Ele gosta de papinha. (Não precisa)
  3. Vou à festa de Lilica porque lá tem purê de batata. (Precisa / Não precisa)
  4. Ele inventou as frases e disse que eram obras de Clarice Lispector. (Não precisa / Não precisa)
  5. Comprei a Margarida Doriana. (Não precisa)
  6. Ela morreu porque curtiu a banda Calypso no Facebook. (Não precisa / Não precisa)
  7. É minha primeira vez (vou ter um AVC rindo) (Não precisa)
  8. Finalmente, cheguei ao último andar do prédio. (Precisa)
  9. Os estudantes devem estudar (AH VÁÁ) (Não precisa)
  10. A professora usa roupas fluorescentes. (Não precisa)
  11. Hagrid chorou porque Pâmela quebrou o carrinho. (Não precisa / Não precisa)
  12. Visei a um futuro promissor. (Precisa)
AAAAAAH LAURA SUA BURRA, NA FRASE "COMPREI A MARGARINA DORIANA" TEM A PREPOSIÇÃO "A", ENTÃO PRECISA DE PREPOSIÇÃO! SOU INTELIGENTE DEMAIS CASA COMIGO.

NÃO, você entendeu errado.
Há vezes em que o "a" pode significar preposição e outras que pode significar artigo. A diferença é que...
Quando o "a" indica preposição, é daquele tipo de "a" que é o feminino de "ao".
Exemplo: João sempre visou a uma vida melhor.
Esse "a", seria o feminino de ao, que numa frase seria tipo
Cheguei ao topo de minha carreira.
Esse "a" tem o mesmo significado de "à". Se você não sabe utilizar a crase, ou não entendeu nada da minha explicação (eu te entendo, amigou, nem eu mesma entendi minha lógica), clique aqui.

MÃS esse "a" usado na frase "Comprei a Margarina Doriana", não é como um "a" craseado, ou um feminino de "ao". Esse é "a" é um ARTIGO.
Por acaso seria correto se falássemos "Comprei ao pote de geléia"? Não, não seria.
Porque QUEM COMPRA, COMPRA ALGO OU ALGUMA COISA.
A bolsa.
A cesta.
A geléia.
A panqueca.
A ... enfim.
Isso também explica porque o "O" não é preposição. Quando usamos o "O", usamos em, por exemplo, "O livro, O caderno, O pacu assado, etc". Mas não há uma espécie de "feminino" ou "masculino" para "o". É apenas o o, bonitinho e gordo ali na dele. O o bonitinho e gordo chamado ARTIGO

ENFIM.

Agora, está na hora dos verbos.

"Elaborou instrumentos": Esse verbo tem um complemento?
SIM, ELE TEM.
Qual o complemento?
"INSTRUMENTOS"
Muito bem. TODO tOdO T*O*D*O t/o/d/o verbo que tem um complemento, ou que vem acompanhada por um objeto do verbo (mas é mais fácil de raciocinar se falar complemento) é chamado de Verbo Transitivo.
Mas também há verbos que vem acompanhados de objetos E preposições, não?
Então, vejamos aqui:

Fui à Chinalá.
Qual é o verbo? 
"Fui" é o verbo.
E o objeto?
"Chinalá"
Esse objeto tem preposição?
Sim, ele tem. 
Qual é essa preposição?
"à"
Se na prova estivesse pedindo para circular o verbo e o objeto, o que você circularia.
"Fui" e "Chinalá"
ERRADO! SE FOR PEDIDO PRA VOCÊ CIRCULAR O OBJETO, VOCÊ DEVE CIRCULAR OU GRIFAR OU SUBLINHAR A PREPOSIÇÃO JUNTO!
Sim, senhora.
Agora... o verbo tem uma preposição?
Não, senhora.
TEM SIM, CRIANÇA ESTÚPIDA!
Seria essa preposição o "à"? Mas ele já não é do objeto?
Atenção: Se o verbo "Fui", a proposição "à", e o objeto "Chinalá" fossem num festa, por exemplo, a preposição serviria de acompanhante para os dois. Sendo assim, o verbo vem acompanhado de preposição e o objeto vem acompanhado de preposição, e é a mesma preposição. Mas se o "DJ" dessa festa pedir para todos formarem pares para dançar uma música lenta, a preposição, escolheria ficar com o objeto. 
Então:
FUI À CHINALÁ VERBO "FUI" : PRECISA DE PREPOSIÇÃO
OBJETO "CHINALÁ": PRECISA DE PREPOSIÇÃO
SE FOR PEDIDO PARA CIRCULAR O VERBO: CIRCULE APENAS O VERBO.
SE FOR PEDIDO PARA DESTACAR O OBJETO: DESTAQUE O OBJETO JUNTO COM A PREPOSIÇÃO, SE VIER ACOMPANHADO DE PREPOSIÇÃO.

Entendeu até aqui?
Se não entendeu, releia, releia, ou largue do computador e vá estudar pelo caderno ou apostila.

Agora, tá na hora tá na hora tá na hora de brincar de aprender a classificar esses verbos. Veja.

  • Verbo transitivo = aquele verbo que tem complemento.
  • Verbo Direto = Aquele que não precisa de preposição
  • Verbo Indireto = Aquele que precisa de preposição
  • Objeto Direto = Aquele que não precisa de preposição
  • Objeto Indireto = Aquele que precisa de preposição
Vou explicar melhor:
Fui à Chinalá

Ficha da frase:

Verbo -> Fui
Objeto -> à Chinalá

Pergunta: O verbo tem um complemento? Qual é ele?
Resposta: Sim, o verbo tem um complemento, é "à Chinalá" 

OPA, JÁ É VERBO TRANSITIVO!

Pergunta: O verbo acompanha preposição? 
Resposta: Sim, é a preposição "à".

OPA, JÁ É VERBO TRANSITIVO E INDIRETO!

Pergunta: O objeto acompanha preposição?
Resposta: Sim, a preposição "à", aliás, toda vez que um verbo acompanhar uma preposição, um objeto também, e vice-versa.

OPA, JÁ É OBJETO INDIRETO!

Então, vai lá estar na prova:
Questão 9874298743295743) Classifique o verbo e objeto da frase "Fui à Chinalá". Eu amo cachorros!

Sua resposta terá que ser: "Fui = VTI (Verbo Transitivo Indireto)" e "à Chinalá = OI (Claro, Tim, Vivo Objeto Indireto)"

TODO MUNDO
ENTENDENDO
ATÉ
AQUI?

Que bom, porque estamos quase no fim da matéria de Português.

A próxima coisa é:
Interpretação de Texto.

A única dica que eu tenho pra vocês sobre interpretação de texto é: nenhuma, se virem aí cambada.

É isso por hoje.
Desculpem pela demora! Tive um dia bem cheinho hoje ):
Aliás, provavelmente deve ter coisa errada nesse post, por isso é bom vocês conferirem com a apostila, as anotações do caderno e o escambau.
E SE TIVER COISA ERRADA NÃO ME BATAM POR FAVOR!
Boa prova a todos!
Ah, e mais uma coisa: No Estudo Publicado eu não posto conteúdo de Matemática, e vou pensar SERIAMENTE em postar o conteúdo de Física... se bem que se alguém me der um Kinder Ovo eu posto o conteúdo de Física bem caprichadinho :3

Ok, adeus!

Um comentário:

  1. Ooi, tudo bem, segue meu blog lá, já to seguindo o seu, aceita parceiria ? http://myallyouneed.blogspot.com

    Valew :D

    ResponderExcluir